f Portal BSD: Satélite - TV Digital - IPTV - 3DTV - 5G - SAÍDA PARA INTERFERÊNCIA DA 5G NA TVRO PASSA POR PARABÓ

Você está no fórum Satélite


Responder tópico
5G - SAÍDA PARA INTERFERÊNCIA DA 5G NA TVRO PASSA POR PARABÓ
Pág. Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9 ... 11, 12, 13  Próximo

HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #141
26/09/2019, 09:51

DUTRASAT escreveu:
boa noite , aqui na minha regiao
interior o estado do rio de janeiro .
cobertura pessima do 3G em uma operadora e tem cidade que nem tem isso , nem previsao pra chegar o 4G nao tem .
as operadoras deviam ouvir seus cliente melhor antes de pensar em 5G. Shocked

De fato, moro numa região turistica do RJ, Região dos Lagos, 120 km da Capital. Estou em linha reta a 2km do Centro de Araruama. 4G aqui só chega da Oi e se eu for para o lado de fora da casa. Estou até numa elevação, sem obestaculos. O município tem área territorial grande e possui varias ERBs.Da Tim não chega sinal algum aqui.Portanto, falar em 5G ? Ou não ampliam os G atuais esperando por novos ? Da mesma forma 4 e 8k, H265, quando ainda nem completaram e incrementaram a Tv digital terrestre com HD ou mesmo SD, MPEG4.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


DUTRASAT
SANTO ANTONIO DE PÁDUA - RIO DE JANEIRO
Mensagem: #142
26/09/2019, 10:09

Mais pura verdade Amigo !

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


lucaschinamail
Arambaré - RS
Mensagem: #143
26/09/2019, 14:39

DUTRASAT escreveu:
boa noite , aqui na minha regiao
interior o estado do rio de janeiro .
cobertura pessima do 3G em uma operadora e tem cidade que nem tem isso , nem previsao pra chegar o 4G nao tem .
as operadoras deviam ouvir seus cliente melhor antes de pensar em 5G. Shocked

Segundo a ANATEL, o site TELECO e as operadoras, todas as cidades do Rio de Janeiro já possuem 3G de pelo menos uma operadora, principalmente a VIVO.

O que tu diz ser cidade, deve ser na realidade apenas os distritos não-sede dessas cidades.

Lembrando que ter 3G em uma cidade não quer dizer que o 3G chega a 100% da área da mesma.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


lucaschinamail
Arambaré - RS
Mensagem: #144
26/09/2019, 14:43

HeitorPosada escreveu:
DUTRASAT escreveu:
boa noite , aqui na minha regiao
interior o estado do rio de janeiro .
cobertura pessima do 3G em uma operadora e tem cidade que nem tem isso , nem previsao pra chegar o 4G nao tem .
as operadoras deviam ouvir seus cliente melhor antes de pensar em 5G. Shocked

De fato, moro numa região turistica do RJ, Região dos Lagos, 120 km da Capital. Estou em linha reta a 2km do Centro de Araruama. 4G aqui só chega da Oi e se eu for para o lado de fora da casa. Estou até numa elevação, sem obestaculos. O município tem área territorial grande e possui varias ERBs.Da Tim não chega sinal algum aqui.Portanto, falar em 5G ? Ou não ampliam os G atuais esperando por novos ? Da mesma forma 4 e 8k, H265, quando ainda nem completaram e incrementaram a Tv digital terrestre com HD ou mesmo SD, MPEG4.

Seu smartphone suporta o 4G de 700 MHz?
Muitos smartphones antigos e mais simples não suportam essa frequência. Os 700 MHz foram feitos justamente pro 4G ir mais longe das torres, e a Oi é a única que não adquiriu a licença pra essa frequência.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


lucaschinamail
Arambaré - RS
Mensagem: #145
26/09/2019, 14:50

Segundo o site Teleco, Santo Antônio de Pádua tem 4G da Vivo, Tim e Claro, não tem da Oi.

Em Araruama, tem 4G de todas, inclusive Nextel.

Sinal tem, ainda que não cubra toda a cidade.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Andre Camargo
Itu - SP
br.gif
Mensagem: #146
26/09/2019, 17:40
Colaborador Canais

Consulta de cobertura 2G, 3G e 4G: http://gatewaysiec.anatel.gov.br/mobileanatel/

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Bruno Caputo
São João del-Rei - Minas Gerais
Mensagem: #147
27/09/2019, 09:41

Detalhe importante: Seu chip é compatível com 4G. durante os primeiros meses após chegada do 4G por aqui não recebia o serviço, mesmo com o telefone compatível. achei que era defeito do aparelho até que fui informado de que os chips 3G não eram compatíveis. Fiz a troca, rápida, em uma loja da operadora e o 4G apareceu

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Francisco Crispim
Itajaí - SC
br.gif
Mensagem: #148
30/09/2019, 09:16
Administrador

Semana passada deparei aqui na região em uma casa na direção do Aeroporto de Navegantes (SC), onde o sinal da Sky sofre interferência do link de comunicação das torres do aeroporto. Isso deve existir milhares de interferência na Banda Ku ou C, e ninguém fiscaliza.

A solução é mudar a antena até encontrar uma área que evita um espelhamento direto com estes links.

Abs.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário Visitar o website do usuário MSN Messenger


J
Arapiraca - Alagoas
br.gif
Mensagem: #149
28/10/2019, 19:42

TVs defendem migração da banda C para Ku e calculam custo em R$ 2,9 bilhões
Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 18/09/2019
A Abratel, entidade que representa as emissoras Record e Rede TV, apresentou à Anatel uma proposta de migração dos canais que hoje estão na Banda C para a banda Ku, como solução para a interferência de serviços de telecom prestados na faixa de 3,5 GHz, selecionada para o 5G, e as antenas parabólicas.

A saída, apontou a entidade, seria “solução definitiva para evitar que mais 22 milhões de domicílios brasileiros fiquem sem acesso à TV aberta após a implantação da tecnologia 5G, prevista para o ano que vem”. A proposta foi entregue ao presidente da Anatel, Leonardo Morais.

Segundo ela, a conta do processo, estimada em R$ 2,9 bilhões, ficaria com as operadoras de telecomunicações vencedoras do próximo leilão, previsto para 2020, de faixas de frequência destinadas a uso no 5G, como 700 MHz, 2,3 GHz, 26 GHz e especialmente 3,5 GHz. O modelo seria replicado a partir da experiência do leilão de 700 MHz, que também exigiu uma migração de emissoras.

Sustenta a Abratel que “em decorrência da migração dos canais distribuídos por satélite da banda C para a banda Ku, haverá a necessidade de distribuir kits de recepção de satélite na banda Ku para a população que possua equipamentos de recepção por parabólica da banda C e que esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, que corresponde a 11 milhões de domicílios”.

* Com informações da Abratel


https://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&UserActiveTemplate=mobile&infoid=51747&sid=17&fbclid=IwAR2JzrO3N77kk8qaEXHGNM8lXgUurBau5TZTohrioV85WPT-wDAjpuFF5R4#.XbdtdpJKjct

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Hiperbólico
Ribeirão pires - Sp
Mensagem: #150
29/10/2019, 08:52

Esse bla bla bla vai longe. Já falaram dos filtros contra interferência e os milhões gastos já falaram também do sistema Ku e os bilhões gastos na compra de equipamentos p/ usuários da banda C incluindo até gov. Federal nos custos quando se quer sabem exato o N° de parabólicas em uso no país , já falaram em 12/15/17 milhões mas. + De 22 milhões nunca ouvi dizer, uma coisa é certa. Quando chegar a hora de instalar o sistema ele vai ser instalado de qualquer jeito dia a quem doer e parabólica banda C até onde eu sei não tem amparo legal na lei apenas um artigo no gov. Collor

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Francisco Crispim
Itajaí - SC
br.gif
Mensagem: #151
06/11/2019, 08:23
Administrador

SATÉLITE
ANATEL E UIT FECHAM ACORDO PARA MEDIR INTERFERÊNCIAS EM SATÉLITES
Da Redação DA REDAÇÃO 5 DE NOVEMBRO DE 2019


Parceria é celebrada no momento em que a agência enfrenta o desafio de superar a interferência da 5G em serviços de TVRO

A Anatel fechou com a União Internacional de Telecomunicações (UIT) acordo de cooperação para medir e avaliar interferências em redes satelitais. A parceria foi celebrada durante a Conferência Mundial de Radiocomunicações (WRC-19), que acontece até o dia 22 de novembro em Sharm El-Sheikh, no Egito.

A agência reguladora possui e opera sua própria Estação de Monitoração de Satélites (EMSat/Anatel), no Rio de Janeiro (RJ). Às vésperas de votar o edital do leilão da telefonia móvel de quinta geração, a 5G, a agência está diante do desafio de encontrar uma solução à interferência com o uso da faixa de 3,5 GHz e a possível interferência na recepção de TV por satélite por antenas parabólicas.

De acordo com o presidente da agência, Leonardo Euler de Morais, o acordo é uma “importante oportunidade para colaborar diretamente para o sucesso do processo de gestão internacional do espectro radioelétrico e de posições orbitais no âmbito da UIT, fortalecendo e consolidando, dessa forma, a presença brasileira nessa seara”.

Segundo a Anatel, a EMSat é um “legado dos investimentos governamentais por ocasião da realização dos grandes eventos esportivos no Brasil”. Acrescentou que a EMSat fez com que a agência se tornasse o primeiro regulador do hemisfério sul e o oitavo no mundo a possuir própria estação de monitoramento de satélites.

A estação no Rio pode ser operada remotamente e monitora parâmetros técnicos-operacionais das redes nas bandas C, Ku e Ka. Além disso, a EMSat acompanha a entrada em operação de novos satélites e detecta emissões não autorizadas, inclusive realizando a geolocalização de fontes interferentes. Pode também ser utilizada para realizar estudos e análises de uso eficiente do espectro, testes de convivência entre sistemas de radiocomunicação e em atividades relacionadas à coordenação e à mitigação de interferências. (Com assessoria de imprensa)

fonte: http://www.telesintese.com.br/anatel-e-uit-fecham-acordo-para-medir-interferencias-em-satelites/

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário Visitar o website do usuário MSN Messenger


lucaschinamail
Arambaré - RS
Mensagem: #152
18/11/2019, 14:34

Testes mostram convivência possível entre recepção de banda C e 5G:

https://teletime.com.br/13/11/2019/testes-mostram-convivencia-possivel-entre-recepcao-de-banda-c-e-5g/

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #153
19/11/2019, 07:47

Há decadas militando em telecomunicações, com muitas experiencias transmissão/recepção e niveis de interferencias, é inadmissivel que algo em 3,5GHz vá interferir em 3,7 ou mesmo 3,6. E quanto mais alta a frequencia, mais ela é imune a interferencias. Uma prova da imunidade maior em frequencias altas, é o fato de "pescarmos " varios satélites, onde é necessaria uma precisão de apontamento ; ademais, nessas bandas altas se trabalha com potencias menores, a exceção de radares e transmissores de radio e Tv da radiodifusão. em grandes centros.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Andre Camargo
Itu - SP
br.gif
Mensagem: #154
19/11/2019, 08:52
Colaborador Canais

Quando se fala banda de 3,5 GHz para 5G, é um modo de dizer. A faixa é ampla, de 3,3 a 3,8 MHz. No Brasil por ora não passará de 3,620.
Se essa faixa fosse dividida em blocos de 80 MHz caberiam 4 operadoras, apesar que a Anatel está pensando em fragmentar bastante a faixa e por isso mesmo sendo alvo de críticas. Com canais muito estreitos a velocidade seria similar ao do 4G.

Outro exemplo, a banda de 2,1 GHz para 3G opera com tx em 2,1 e rx em 1,9. Novamente, banda de 2,1 é um modo de dizer.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


wdsrodrigues
Petrolina de Goiás - GO
br.gif
Mensagem: #155
19/11/2019, 18:48

5G: Com testes favoráveis a filtros, teles rejeitam banda Ku como saída para 3,5 GHz

As operadoras de telecomunicações, por meio do Sinditelebrasil, apresentaram ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e à Anatel o resultado dos testes realizados pela Fundação CPqD sobre a convivência entre o uso da faixa de 3,5 GHz para o 5G e a recepção das antenas parabólicas na Banda C (faixa de 3,6 GHz).

Com base no relatório, as teles sustentam que “é possível eliminar totalmente as interferências com a utilização de dispositivos, denominados LNBF’s de nova geração, a serem instalados na recepção dos sinais de TVRO, na residência do usuário”. As operadoras entendem que esse trabalho é complementar ao realizado pela Anatel em maio de 2019 porque os LNBF’s testados agora não existiam à época.

Durante os ensaios de laboratório e a avaliação de campo, foram testados oito novos LNBF’s, de quatro fornecedores, e três deles eliminaram 100% da interferência, mesmo nos cenários mais críticos. “Três dos quais foram capazes de eliminar totalmente a interferência do sinal na banda adjacente, avaliados no Cenário Anatel, sem a necessidade de redução na potência transmitida pelo 5G”, diz o CPqD no relatório.

O objetivo dos testes do CPqD foi de encontrar uma solução para os problemas de convivência apontados nos testes realizados anteriormente pela Anatel, que indicavam eventuais casos de interferência nas situações mais críticas. O relatório indica que fabricantes aprimoraram os filtros.

Para as operadoras, essas conclusões permitem o entendimento de que é “desnecessária a migração de toda infraestrutura de TVRO para a banda Ku, o que traria uma complexidade desproporcional e um elevado impacto financeiro, com consequências negativas para o desenvolvimento da tecnologia 5G no Brasil”.

Fonte: http://ciab.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=52269&sid=8

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Walter Sandes
São Paulo - SP
Mensagem: #156
19/11/2019, 19:18

wdsrodrigues escreveu:
Para as operadoras, essas conclusões permitem o entendimento de que é “desnecessária a migração de toda infraestrutura de TVRO para a banda Ku, o que traria uma complexidade desproporcional e um elevado impacto financeiro, com consequências negativas para o desenvolvimento da tecnologia 5G no Brasil”.


Mas esta notícia cai como uma bomba, sobre aqueles que vivem defendendo que a Banda C deveria migrar para a Banda Ku no SES10. Kkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

Tem que ser muito ingênuo mesmo, achar que a Banda C vai morrer para as transmissões de TV e Rádio via satélite.

Eu não troco a minha recepção de TV via satélite Banda C, por qualquer outra por mais vantajosa é menos onerosa que seja.

Abs,
Walter - Very Happy

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Andre Camargo
Itu - SP
br.gif
Mensagem: #157
19/11/2019, 19:32
Colaborador Canais

Também compartilho dessa opinião mas há quem pense como o HeitorPosada:

Para Abert, migração de TVs para a banda Ku é inevitável

Segundo Paulo Ricardo Balduino, consultor da Abert, o avanço das tecnologias IMT (como 4G, 5G e outras) sobre a faixa de 3,5 GHz é inexorável. "A banda C estendida, em 3,6 GHz, já está comprometida. Na conferência de radiocomunicação vai sair a indicação de estudos para avançar até a faixa de 3,8 GHz, o que na prática é dizer que vai avançar, e já há países falando em avançar o IMT até 4,2 GHz", diz Balduino, lembrando que a faixa de 3,6 GHz até 4,2 GHz já é atribuída a serviços móveis, o que dá a liberdade de qualquer país fazer o que quiser. "A radiodifusão já cerrou fileiras com o setor de satélite para defender a banda C, mas essa batalha já está perdida", analisa o consultor. Para ele, o modelo de migração dos canais de TV que estão na banda C para a banda Ku resolve o problema definitivamente.

https://teletime.com.br/13/11/2019/para-abert-migracao-de-tvs-para-a-banda-ku-e-inevitavel/

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Walter Sandes
São Paulo - SP
Mensagem: #158
19/11/2019, 20:24

Andre Camargo escreveu:
Para Abert, migração de TVs para a banda Ku é inevitável

Segundo Paulo Ricardo Balduino, consultor da Abert, "A radiodifusão já cerrou fileiras com o setor de satélite para defender a banda C, mas essa batalha já está perdida", analisa o consultor. Para ele, o modelo de migração dos canais de TV que estão na banda C para a banda Ku resolve o problema definitivamente.


Blá, blá, blá, blá, blá, blá.....
Enquanto não decretarem o fim da Banda C, eu fico com a Banda C e ponto final.
Não vou trocar as minhas antenas Banda C, que estão funcionando muito bem, por outra menor só porque "dizem que a Banda Ku resolve definitivamente o problema do 5G".

Eu vou aguardar o andar da carruagem. Enquanto tiver sinal na Banda C, não me desfaço das minhas antenas parabólicas telada, de jeito nenhum.

Abs,
Walter - Very Happy

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


mjorge
Palmeira dos Índios - Alagoas
br.gif
Mensagem: #159
19/11/2019, 20:48

Sim, algum dia a banda C irá deixar de existir, dando lugar para as redes de telefonia 5G ou 6G, isso é inevitável. Por enquanto, vamos usando a banda C, pois isso ainda vai demorar.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Andre Camargo
Itu - SP
br.gif
Mensagem: #160
19/11/2019, 21:38
Colaborador Canais

E se um dia acabarem as transmissões de TV em 70°W eu vou ser um que verá qual foi o último canal a sair, a "apagar a luz".

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Página 8 de 13 Pág. Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9 ... 11, 12, 13  Próximo
As mensagens publicadas são de responsabilidade de seus autores

Publicidade

  • TV Plus
  • E-Shop Satélite Crispim
  • VCFAZ
Desenvolvido por Danilo Rodrigues


BSD SHOP - Radio BSD - BSD TV
Contato - Atualizar Satélite - Atualizar Canais Terrestre
Fone: (11) 4526-6791 | E-mail: contato@portalbsd.com.br